18.6.15

não pense duas vezes, tá tudo legal

por aqui tem sido o seguinte: eu tenho chorado bastante, tenho sido bastante triste grande parte do tempo, continuo a procura de emprego, minha vida pessoal/social/familiar/amorosa/profissional está uma bagunça absoluta e tudo que me resta é a internet.

como tudo tem seu lado bom, ou pelo menos é isso que 27 anos de cinema hollywoodiano me ensinaram, eu percebi que realmente definitivamente completamente não tenho mais vontade de escrever coisas tristes quando tô nesse estado meio deprê meio spleen meio downers que me acomete de tempos em tempos.

acontece que quando eu disse que minha vida está uma bagunça absoluta eu quis dizer: caos. acho que é a primeira vez na vida que todos os aspectos da minha vida coincidiram de ser uma merda ao mesmo tempo, mas sei lá, também tenho assistido bastante orange is the new black e aprendido muito sobre resiliência do espírito humano, então tudo que posso esperar é que eu aprenda alguma coisa dessa confusão na qual eu me meti.

meanwhile, estou aqui ouvindo bob dylan pra partir ainda mais meu coração já em frangalhos, porque nada enriquece uma tristeza como um bom folk vintage né gente. então joguem aí na mistura bastante joni mitchell e joan baez e vocês imaginem o estado emocional dessa pequena menina que está aqui se esforçando pra transformar tristeza em post de blog.


buuuuuut: don't think twice, it's all right, meus amigos, porque se tem algo nessa vida na qual eu gosto de acreditar é que tudo é temporário. also, tudo também é uma ilusão e nada disso faz algum sentido ou tem algum propósito maior. also, quem tá feliz parabéns, quem não tá segue em frente tem outros sentimentos.

caso vocês queiram saber como eu tenho ocupado meu tempo durante todo esse tempo sem escrever (e sem fazer mais nada for that matter), eu tenho olhado muito pras fotos desse camaleão recém nascido que ainda não percebeu que saiu do ovo.





eu penso muito nesse camaleão.

Nenhum comentário: